retina

O que é o Descolamento da Retina?

O Descolamento da Retina é um problema grave que consiste na separação da retina dos tecidos adjacentes do olho. Esta patologia pode localizar-se, inicialmente, numa pequena área, no entanto se não for detetada e tratada atempadamente, poderá evoluir e descolar-se na sua totalidade.

Quais são os sintomas do Descolamento da Retina?

O descolamento da retina é indolor. Os sintomas desta doença podem incluir os seguintes:

  • Aumento repentino no tamanho e no número de moscas volantes
  • Aparecimento de flashes de luz (fotopsia)
  • Ocorrência de sombras ou cortina no campo de visão
  • Diminuição repentina da visão

Quais são as causas do Descolamento da Retina?

É um problema que pode ocorrer em qualquer idade, mas que geralmente atinge indivíduos a partir da meia idade. Revelam-se mais propensas a padecer de Descolamentos de Retina pessoas que já tiveram ou têm o seguinte historial médico:

  • Miopia
  • A existência anterior desta condição no olho oposto
  • Cirurgia ocular anterior, como a remoção de catarata
  • Trauma ocular
  • Histórico familiar de descolamento da retina

Como é feito o diagnóstico do Descolamento da Retina?

O Descolamento da Retina é diagnosticado após o exame do fundo ocular pelo oftalmologista, com recurso à dilatação da pupila e a uma lâmpada de fenda.

Qual o tratamento do Descolamento da Retina?

O tratamento para o Descolamento da Retina é sempre cirúrgico e deverá ser realizado com a maior brevidade possível, após a deteção da patologia.  Dependendo da extensão do Descolamento e condição do paciente, as cirurgias para tratamento do descolamento retiniano são:

  • Tratamento a laser (com vista a “soldar” e selar a rasgadura da retina. Esta opção de tratamento só é viável se a patologia for detetada numa fase muito precoce)
  • Vitrectomia (remoção do vítreo com injeção de ar, gases ou líquidos)
  • Retinopexia pneumática (injeção de gás no vítreo)
  • Indentação Escleral (colocação de explante localizado ou de faixa de silicone em redor dos olhos, de forma a que a esclera seja pressionada em direção à retina)