LASER YAG

laser yag_glaucoma

O Laser YAG é usado para fazer uma abertura da cápsula posterior, restabelecendo, assim a transparência dos meios óticos do olho e melhorando a acuidade visual.

O procedimento é rápido e é efetuado apenas com anestesia tópica, o que permite que o paciente retorne às suas atividades normais no mesmo dia. Estas opacificações são chamadas cataratas secundárias, e são relativamente frequentes após a cirurgia de catarata.

Como todos os procedimentos médicos, o laser YAG pode ter também complicações. Apesar de todas as complicações relacionadas com este tipo de laser serem bastantes raras, é importante nomear pelo menos as mais importantes: hipertensão ocular transitória, deslocamento da lente intra-ocular, edema macular cistóide e descolamento da retina.

O Laser YAG é também usado para efetuar iridectomias basais e tratar glaucomas de ângulo fechado. Este procedimento serve para restabelecer o fluxo do humor aquoso do corpo ciliar para os canais de drenagem no ângulo esclerocorneano da câmara anterior do olho, ou para ser usado profilaticamente nos olhos de câmaras anteriores estreitas em que o risco de glaucoma agudo é eminente. Este tratamento é feito apenas com anestesia tópica e o paciente pode retomar as suas atividades normais no próprio dia.